Conheça os 209 deputados que votaram contra o fundo eleitoral de R$ 1,7 bilhão

0
82
 A relação de deputados federais favoráveis ao fundo eleitoral bilionário pode ser encontrada neste link. Votaram contra o fundo os seguintes deputados federais (por partido):
Avante
Cabo Daciolo RJ
Rosinha da Adefal AL
DEM
Alan Rick AC
Marcos Rogério RO
Norma Ayub ES
Onyx Lorenzoni RS
PDT
Afonso Motta RS
Ariosto Holanda CE
Pompeo de Mattos RS
Subtenente Gonzaga MG
PEN
Erivelton Santana BA
Junior Marreca MA
Walney Rocha RJ
PHS
Carlos Andrade RR
Diego Garcia PR
Dr. Jorge Silva ES
Givaldo Carimbão AL
Marcelo Aro MG
Pastor Eurico PE
PMDB
Alceu Moreira RS
Alexandre Serfiotis RJ
André Amaral PB
Celso Maldaner SC
Daniel Vilela GO
Dulce Miranda TO
Jarbas Vasconcelos PE
Jéssica Sales AC
Jones Martins RS
José Fogaça RS
Josi Nunes TO
Lucio Mosquini RO
Marinha Raupp RO
Mauro Mariani SC
Mauro Pereira RS
Rodrigo Pacheco MG
Rogério Peninha Mendonça SC
Rogério Silva MT
Ronaldo Benedet SC
Sergio Souza PR
Valdir Colatto SC
Veneziano Vital do Rêgo PB
Vitor Valim CE
Podemos
Cícero Almeida AL
Dr. Sinval Malheiros SP
Ezequiel Teixeira RJ
Luiz Carlos Ramos RJ
Sergio Zveiter RJ
Silas Freire PI
PP
Afonso Hamm RS
Conceição Sampaio AM
Esperidião Amin SC
Jerônimo Goergen RS
Jorge Boeira SC
Luis Carlos Heinze RS
Renzo Braz MG
Roberto Balestra GO
Toninho Pinheiro MG
PPS
Alex Manente SP
Carmen Zanotto SC
Marcos Abrão GO
Pollyana Gama SP
Roberto Freire SP
Rubens Bueno PR
PR
Adelson Barreto SE
Alexandre Valle RJ
Alfredo Nascimento AM
Bilac Pinto MG
Capitão Augusto SP
Christiane de Souza Yared PR
Delegado Waldir GO
Giacobo PR
Giovani Cherini RS
Gorete Pereira CE
Jorginho Mello SC
Laerte Bessa DF
Lúcio Vale PA
Luiz Cláudio RO
Luiz Nishimori PR
Magda Mofatto GO
Marcelo Álvaro Antônio MG
Marcelo Delaroli RJ
Marcio Alvino SP
Miguel Lombardi SP
Milton Monti SP
Paulo Feijó RJ
Tiririca SP
Wellington Roberto PB
Zenaide Maia RN
PRB
Antonio Bulhões SP
Beto Mansur SP
Carlos Gomes RS
Celso Russomanno SP
César Halum TO
Dejorge Patrício RJ
João Campos GO
Lincoln Portela MG
Lindomar Garçon RO
Roberto Alves SP
Ronaldo Martins CE
Rosangela Gomes RJ
Sérgio Reis SP
Vinicius Carvalho SP
PROS
Eros Biondini MG
Felipe Bornier RJ
Ronaldo Fonseca DF
Toninho Wandscheer PR
Vaidon Oliveira CE
Weliton Prado MG
PSB
Adilton Sachetti MT
Átila Lira PI
César Messias AC
Danilo Cabral PE
Fabio Garcia MT
Flavinho SP
George Hilton MG
Gonzaga Patriota PE
Heráclito Fortes PI
Hugo Leal RJ
Janete Capiberibe AP
Jose Stédile RS
Júlio Delgado MG
Leopoldo Meyer PR
Luana Costa MA
Luiz Lauro Filho SP
Paulo Foletto ES
Rafael Motta RN
Rodrigo Martins PI
Tadeu Alencar PE
Tenente Lúcio MG
Tereza Cristina MS
Valadares Filho SE
PSC
Arolde de Oliveira RJ
Eduardo Bolsonaro SP
Jair Bolsonaro RJ
Júlia Marinho PA
Pr. Marco Feliciano SP
Takayama PR
PSD
Carlos Souza AM
Delegado Éder Mauro PA
Expedito Netto RO
Fernando Torres BA
Heuler Cruvinel GO
Irajá Abreu TO
Jaime Martins MG
João Paulo Kleinübing SC
João Rodrigues SC
Joaquim Passarinho PA
Sandro Alex PR
Stefano Aguiar MG
PSDB
Carlos Sampaio SP
Célio Silveira GO
Daniel Coelho PE
Domingos Sávio MG
Eduardo Barbosa MG
Eduardo Cury SP
Elizeu Dionizio MS
Fábio Sousa GO
Geovania de Sá SC
Geraldo Resende MS
Guilherme Coelho PE
Izalci Lucas DF
Izaque Silva SP
João Gualberto BA
João Paulo Papa SP
Lobbe Neto SP
Luiz Carlos Hauly PR
Mariana Carvalho RO
Miguel Haddad SP
Nelson Padovani PR
Nilson Pinto PA
Otavio Leite RJ
Pedro Cunha Lima PB
Pedro Vilela AL
Raimundo Gomes de Matos CE
Rocha AC
Shéridan RR
Vanderlei Macris SP
Vitor Lippi SP
Yeda Crusius RS
PSL
Alfredo Kaefer PR
Dâmina Pereira MG
PSOL
Chico Alencar RJ
Edmilson Rodrigues PA
Glauber Braga RJ
Ivan Valente SP
Jean Wyllys RJ
Luiza Erundina SP
PTB
Alex Canziani PR
Deley RJ
Josué Bengtson PA
Pedro Fernandes MA
Sérgio Moraes RS
Wilson Filho PB
PV
Evair Vieira de Melo ES
Evandro Gussi SP
Leandre PR
Roberto de Lucena SP
Uldurico Junior BA
REDE
Alessandro Molon RJ
Aliel Machado PR
João Derly RS
Miro Teixeira RJ
Solidariedade
Augusto Carvalho DF
Benjamin Maranhão PB
Carlos Manato ES
Delegado Francischini PR
Laercio Oliveira SE
Laudivio Carvalho MG
Major Olimpio SP

Em uma votação vergonhosa, realizada após uma manobra regimental que não era utilizada há 18 anos e com votação nominal após uma tentativa de manobra para votação simbólica, a Câmara dos Deputados aprovou o novo fundo eleitoral de R$ 1,7 bilhão de reais tirados dos pagadores de impostos brasileiros.

O projeto retira recursos da saúde e da educação para destiná-los às campanhas políticas, distribuindo-os segundo o texto do Projeto de Lei n° 8612/17, também aprovado hoje: 2% são divididos igualitariamente entre todos os partidos registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE); 35% na proporção de votos obtidos pelos partidos que tenham eleito pelo menos um deputado federal na eleição de 2014; 48% de acordo com o número de deputados federais considerando a legenda dos titulares; e 15% segundo o número de senadores considerando a legenda dos titulares. Os maiores privilegiados pelo novo fundo serão o PMDB, PT e PSDB.

Loading...